Menu
A+ A A-

Logomarca

 Logomarca do Conselho dos Tribunais de Justiça 

Apresentação no 78o Encontro do então, Colégio de Presidentes, Salvador-BA, 5 de março de 2009.                                                                                                 Maior visualização

 

 

Um Símbolo de Unidade

A lembrança que temos das instituições está visceralmente ligada à marca que as distinguem entre milhões de outras. Mas além de identificar a instituição, é necessário que o signo, cunhado em formas e cores, seja portador de uma mensagem que transpareça a missão e os valores empunhados pelo órgão. Com a passagem do tempo, preciso se faz acompanhar as marcas e seus graus de representatividade. Partindo dessa premissa, nasceu para nós um desafio: o de imprimir novo fôlego ao ícone que representa o Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça do Brasil.

Por isso, esforçamo-nos para atualizar seus traços, realizando um estudo baseado em pesquisas e informações que fazem com que esta marca seja especial e única. É nosso desejo que este símbolo corresponda à estatura da evolução de nossos trabalhos no Colégio de Presidentes, que tem agregado junto de si cada vez mais visibilidade e importância junto à comunidade jurídica e à sociedade.

Como esta é uma instituição que abrange todo o País, as cores desta nova marca foram extraídas da nossa Bandeira Nacional. O azul remete a uma base sólida, inclinada para dar o sentido de movimento, em que todos os elementos estão sustentados por ele. O azul também é a cor padrão da tecnologia, mostrando assim que esta instituição não está alheia às novas ferramentas e padrões tecnológicos.

As estrelas significam cada um dos Presidentes que representam suas respectivas Unidades da Federação. Estampadas na cor verde, remetem à esperança de que cada membro do Colégio possa ser comunicador de experiências exitosas que contribuam para melhorar os serviços do Poder Judiciário.

O símbolo central é uma interação de “balança e corpo humano”, que busca uma associação com a idéia de velocidade, de agilidade e de contemporaneidade. Coube à cor amarela, que na bandeira brasileira, no conceito popular, significa o ouro de nossa terra, aqui vir representar o valor que a Justiça tem na vida de todos nós.

Completam a logomarca os dois traços na cor branca que circulam as estrelas. Eles sintetizam a noção de movimento e transmitem um sentido de integração entre todos os Presidentes, numa referência da atuação em conjunto pelo aperfeiçoamento dos Tribunais de Justiça.


Desa. Marilza Maynard Salgado de Carvalho
 - Gestão 2009/2011

Membro da Comissão Executiva

Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça

 

 

Notícia relacionada:
Colégio lança novo Portal e logomarca 

 

Presidentes de Tribunais de Justiça